Tucum

Curral Velho (Acaraú/CE)

Como chegar / Onde se hospedar / Onde se alimentar /
Estrutura para eventos / Passeios e trilhas / História

O encontro da beleza com a resistência nos manguezais de Curral Velho


Como chegar

Como chegar de transporte particular:

Saindo de Fortaleza/CE (228km): Saída pela av. Mister Hull > Seguir em direção a Caucaia pela BR-222 > Chegando à rotatória, entrar à direita sentido Icaraí (CE-090) > Na rotatória seguinte, entrar à esquerda na CE-085 (Estrada Sol Poente) > Seguir a estrada, passando pelos municípios de Paracuru e Paraibapa> Chegando ao triângulo localizado no município de Trairi, pegar a estrada à esquerda em direção à Itapipoca > Seguir até a próxima rotatória > Segue em frente até a rotatória seguinte, de Aracatiara> Seguir direto no sentido Itarema/Acaraú > Na rotatória de Itarema, continua em frente > 2ª rotatória de Itarema, entrar à esquerda no sentido Acaraú > Segue em frente até a sede do município de Acaraú > No final da via, já em Acaraú, entrar à direita em uma bifurcação em T >Entrar na próxima rua à esquerda > Seguir por 3 quarteirões, até o final da rua > Entrar à direita novamente e seguir direto até chegar a uma caixa d’água, do lado esquerdo > Entrar à esquerda na estrada carroçal logo após a caixa d’água > Segue em frente; a primeira entrada à direita dá no Centro de Educação Ambiental de Curral Velho. 

Como chegar de ônibus rodoviário:

Empresa Fretcar – Linha Fortaleza / Acaraú
Contatos: (+55 85) 3402.2244 ou www.fretcar.com.br
Duração média da viagem até Acaraú: 4h30
Valor médio da passagem: R$ 30,00 (a confirmar).
Importante: Em Acaraú, pegar táxi até a comunidade de Curral Velho, que custa em torno de R$ 15,00.

Voltar para o topo

Onde se hospedar:

Chalé Encante do Mangue: Chalé anexo ao Centro de Educação Ambiental. Possui duas suítes com varanda, cama de casal e solteiro e espaço para armar redes.

Centro de Educação Ambiental Encante do Mangue: O Centro possui três quartos amplos, equipados com cama de casal e solteiro e espaço para armar redes. O espaço oferece refeições e possui internet Wi-Fi.

Voltar para o topo

Espaço para eventos:

Com capacidade para abrigar eventos de até 60 pessoas, também é possível alugar equipamentos de som e data show.

Voltar para o topo

Onde se alimentar:

Centro de Educação Ambiental Encante do Mangue: A cozinha comunitária oferece diversas opções de pratos típicos, especialmente os mariscos, ostras, arraia e diversos tipos de peixes assado.

Voltar para o topo

Opções de Passeios e trilhas:

Passeio de canoa pelo manguezal (de 4 a 7 pessoas): Passeio no encontro do rio com mar, onde floresce o manguezal, berçário da vida marinha e fonte de vida dos/as moradores/as. Duração: 1h50min
Horários: pela manhã ou fim de tarde, a depender da maré.

Passeio de canoa pelo mar (de 4 a 7 pessoas): Passeio nas proximidades da praia de Arpoeiras, com possibilidade de pescar e/ou mergulhar no mar.
Duração: 1h50min.
Horários: pela manhã ou fim de tarde, a depender da maré.

Trilha ecológica das gamboas (até 6 pessoas): Trilha de reconhecimento do ecossistema manguezal pelas gamboas, conhecendo a fauna e a flora local.
Duração: 50 min.
Horários: pela manhã ou fim de tarde, a depender da maré.

Trilha ecológica nos currais de pesca: Trilha passando pela praia de Arpoeiras, a segunda praia mais seca do mundo, onde se encontram os currais de pesca de construção artesanal com formas favorável a captura de peixes de várias espécies.
Duração: 2h

Trilha Curral Velho de Baixo: trilha (a pé) visita pessoas e locais impactados pela carcinicultura.
Duração: 2h

Voltar para o topo

História:

A comunidade de Curral Velho vive basicamente das atividades tradicionais da pesca, mariscagem, agricultura e artesanato. De acordo com relatos de moradores/as mais antigos/as, a ocupação inicial ocorreu por volta de 1902, à beira da praia, num local chamado Ilha das Imburanas. Com o tempo, a implantação da carcinicultura, o cultivo de camarão em cativeiro, se tornou uma das maiores ameaças à reprodução da vida dessa comunidade, pois destruiu grande área de manguezal. Uma parcela do mangue que hoje ainda existe é resultado da ação dos/as moradores/as que enfrentaram e resistiram à implantação desta atividade na comunidade.

Diante da crise na pesca e da necessidade de pensar novas alternativas de desenvolvimento para geração de renda, a comunidade começou a investir na proposta do turismo comunitário em 2006. Com apoio de ONGs, organizações locais e movimentos sociais, a Associação de Marisqueiras e Pescadores de Curral Velho desenvolve ações de educação ambiental envolvendo as crianças, jovens e adultos que moram ou visitam a comunidade, realizando atividades proporcionam o contato com o manguezal e com as formas de vida que se desenvolvem nesse ecossistema.

Voltar para o topo

Sugestões de roteiro

Prêmios
Instituto Terramar . Rua Pinho Pessoa, 86 . Joaquim Távora . CEP 60.135-170 . Fortaleza . Ceará . Brasil
Telefones: +55 (85) 3226.2476 +55 (85) 3226.4154 . info@tucum.org
DoDesign-s Design & Marketing