Tucum

Tremembé (Icapuí/CE)

Como chegar / Onde se hospedar / Onde se alimentar /
Estrutura para eventos / Passeios e trilhas / História

Um mergulho em rodas de conversas, trocas solidárias e momentos de tranquilidade


Como chegar

Como chegar de transporte particular:

Saindo de Fortaleza/CE (212km): Saída pela av. Washington Soares > Seguir pela CE-040 em direção ao município de Fortim (120 km) > Passando as duas entradas de Fortim, sem entrar na cidade, continuar na CE-040 até a BR-304 > Segue na BR-304, passando direto pela entrada de Aracati e continuando em direção a Mossoró > Quando chegar ao triângulo, entrar na CE-261 em direção a Icapuí> Cruzar a cidade de Icapuí em direção a Melancias > Entrar à esquerda na placa “Pousada Tremembé” (atenção: a placa é pequena) > Seguir em frente até a segunda estrada carroçal de piçarra vermelha à esquerda (tem uma placa pequena: Pousada Tremembé na entrada.) > Entrar à esquerda nessa estrada e seguir em frente até a pousada.

Como chegar de ônibus rodoviário:

Empresa São Benedito – Rodoviária Engenheiro João Tomé – Linha Fortaleza / Icapuí
Contatos: (+55 85) 3444.9999
Duração média de viagem até Icapuí: 4,5 h
Valor médio da Passagem: R$27,00 (a confirmar).
Importante: descer em Ibicuitaba (5 km depois de Icapuí, descer em frente da Igreja). Comunicando a hora da chegada, o pessoal da Pousada vai pega-los sem custo. Se preferirem descer em Icapuí tem Moto taxi que leva até a Pousada por 6,00 R$. De Mossoró, não existe ônibus direto para Icapuí. Um táxi para realizar este percurso custa R$ 70,00 aproximadamente. Também existem transportes alternativos que fazem este percurso partindo do Centro de Mossoró (R$ 10,00 por pessoa). De Fortaleza, entrando previamente em contato com a Pousada, é possível ter um táxi privativo que os leva diretamente para Pousada Tremembé (aproximadamente 3 horas, R$ 250,00 para até quatro pessoas com pouca bagagem).

Voltar para o topo

Onde se hospedar:

Pousada e Restaurante Tremembé: Pousada à beira mar. Possui 12 suítes equipadas com cama de casal e solteiro e espaço para redes. Alguns apartamentos possuem chuveiro com água aquecida a partir da produção de energia solar. Além de restaurante no local, a pousada dispõe de diversos espaços de sociabilidade e oferece bicicletas para uso gratuito e aluguel de scooter.

Voltar para o topo

Onde se alimentar:

Pousada e Restaurante Tremembé: A Pousada possui restaurante a La carte que está à disposição dos hóspedes. Dentre os pratos, clássicos da cozinha local ganham destaque, como peixe frito e carne de sol e, durante a estação de pesca, a lagosta ao alho e óleo. Além disso, também são servidos pratos da cozinha italiana, incluindo a pizza. No campo das bebidas, o restaurante propõe uma carta de vinhos italianos, chilenos e argentinos.

Voltar para o topo

Estrutura para eventos:

Pousada e Restaurante Tremembé: A Pousada conta com um salão que pode receber até 30 pessoas para encontros, reuniões, oficinas e palestras. O salão é equipado com data show, computador e equipamento de som. Para grupos, a Pousada Tremembé oferece almoços a preços especiais.

Voltar para o topo

Opções de Passeios e trilhas:

Visita ao Assentamento Coqueirinho (máximo de 4 pessoas): O Assentamento Coqueirinho, localizado a 70 km da pousada, abriga 60 famílias, que têm como principal fonte de renda a agricultura familiar orgânica, a criação de animais, a apicultura e o turismo comunitário. É possível visitar o assentamento, as hortas agroecológicas e conhecer a história desse povo na luta pela terra. Lá, no restaurante Sabor da Terra, também é possível saborear deliciosos pratos preparados com os produtos da agricultura familiar. Durante a visita, é possível fazer trilha a pé e em carro de boi.
Duração: 5 h.
Veículo de transporte: carro.

Passeio no Rio Jaguaribe, Comunidade de Vila da Volta (máximo de 4 pessoas): O rio Jaguaribe, que já foi o maior rio seco do mundo, mudou após a construção do açude Orós, tornando-se perene da barragem até o mar. É o maior rio do Ceará, com 610 km de extensão. Durante o trajeto, é possível observar a rica vegetação de manguezal. O passeio inclui banho de rio. É possível comer frutos do mar no restaurante Cama&Café, que também é equipamento da Rede Tucum.
Duração: 5 h.
Distância da Pousada: 55 km.
Veículo: Carro.

Bodega: O Projeto Bodega é uma inovação da economia solidária que permite a 52 pequenos grupos produtivos familiares e comunitários venderem os seus produtos agrícolas e artesanais na cidade de Aracati, onde vivem cerca de 60.000 habitantes. Hortas sem agrotóxicos, criação de galinhas caipiras e cabras e vários tipos de produtos artesanais encontram na Bodega um escoamento comercial a preços justos para os produtores e consumidores, devolvendo a confiança a comunidades agrícolas sem perspectivas de trabalho. Possibilidade de comprar diversos artigos de artesanato local e comunitário.
Duração: 3 horas.
Distância: 50 km da Pousada.
Veículo: Carro.

Projeto Oficina Escola Pedregal: O Projeto é um centro, de funcionamento diurno, situado em um bairro periférico e necessitado de Aracati. O espaço é ponto de referência para meninos, meninas e adolescentes em situação de risco, oferecendo atividades de formação, atividades lúdicas (capoeira, teatro, banda de música) e oficinas (velas artesanais, pintura em tecido, bordado, informática).
Duração: 4h
Distância desde a Pousada: 50 km
Veículo: Carro.

Excursão a Córrego do Sal (máximo de 4 pessoas por carro ou buggy): O trajeto para chegar à pequena comunidade de Córrego do Sal, distante 15 km da Pousada, percorre uma estrada de terra, em carro ou Buggy. É possível chegar até a lagoa do Córrego, um grande curso de água formado naturalmente durante a estação chuvosa graças aos afluentes vindos do mar. Recomenda-se o banho de lagoa. Além disso, é possível almoçar no Restaurante da Comunidade, saboreando as várias opções de pratos típicos, como a “vaca atolada”, a “galinha de coco” e o “peixe bêbado”, assim como os doces de caju e a famosa cocada.
Duração: 2 h.
Veículo: Carro/Buggy

Visita a Estação Ambiental Mangue Pequeno (máximo de 4 pessoas por buggy): O projeto localiza-se na praia de Requenguela, distante a 15 km da Pousada, e trabalha na recuperação e conservação do mangue. No Centro, é possível observar áreas de replantio do manguezal, caminhar pela passarela sobre o mangue, conhecer a biodiversidade do ecossistema marinho da zona e aprender diversas práticas ambientais.
Duração: 2 h.
Veiculo: Buggy, pela praia e salinas.

Visita ao Projeto Mulheres de Corpo e Algas (máximo de 4 pessoas por buggy): O Projeto centra-se no trabalho das mulheres e implementa um método sustentável de cultivo de algas. Nascido há quase 10 anos, hoje é meio de subsistência para as famílias da comunidade de Barrinha, distante a 15 km da Pousada. As algas marinhas, colhidas na mesma comunidade, são beneficiadas e transformadas em cosméticos, sabonetes, xampus e itens culinários à base das algas.
Duração: 2 h.
Veículo: Buggy, pela praia e salinas.

Passeio de barco a motor (máximo de 6 pessoas): Passeio mar adentro em barco a motor, que oferece a possibilidade de entrar em contato com a cultura local, com a natureza e a vida marinha.  O trajeto acontece com a companhia de um dos pescadores da comunidade, que ensina a pescar e a conhecer as diversas técnicas desta atividade que garante a sobrevivência da população. Todo o material e utensílios de pesca serão fornecidos a bordo. É necessário fazer reserva com 4 dias de antecedência. Embora seja aconselhado para o final de semana, também é possível realizar o passeio em dias de semana. Os horários são flexíveis e dependem da disponibilidade do guia e da altura da maré.
Duração: 2 a 3 horas.
Veículo: Jangada ou outro barco a motor.

Passeio a cavalo: Passeio por trilhas, passando pelos coqueirais, praias e dunas de areias brancas. Um guia leva os cavalos até a pousada para dar início à cavalgada. É necessário fazer reserva com 4 dias de antecedência.
Duração: 1 hora, no mínimo.

Excursão à Ponta Grossa (máximo de 4 pessoas por buggy): Partindo da Pousada Tremembé, a excursão passa por salinas e tanques de carcinicultura e pelas praias de Barrinha, Peroba e Redonda, chegando às gigantescas falésias de Ponta Grossa, vila de pescadores descendentes de antigos colonizadores holandeses. A história conta que foi exatamente nesse local que o navegador espanhol Vicente Pinzon aportou no que seria futuramente o Brasil, dois meses antes de Cabral chegar a Porto Seguro, atualmente parte do estado da Bahia. Em Ponta Grossa, é possível comer pratos típicos, como peixes e mariscos, nas numerosas barracas na praia; fazer a trilha ecológica até o alto das dunas e assistir um belo pôr do sol. O passeio a pé, pela trilha, dura cerca de uma hora e meia.
Duração: 5 horas, dependendo da maré.
Distância desde a Pousada: 30 km.
Veiculo: Buggy.

Além dos passeios, a Pousada oferece aos visitantes, adultos e crianças, aulas de Capoeira com o Grupo Flor da Terra, de Icapuí, e cursos de Teatro com o Grupo Flor do Sol, da comunidade de Redonda.

Voltar para o topo

História:

Tremembé é uma comunidade de pescadores localizadas no litoral de Icapuí, município no extremo leste do Ceará. As famílias ali residentes vivem principalmente da pesca artesanal, do trabalho em órgãos municipais e de pequenos comércios associados à ocupação de veranistas. Essa comunidade, entretanto, tem sido afetada por graves problemas provocados pela pesca predatória, em especial da lagosta, e pela ocupação de seu território por um projeto de turismo baseado em grandes empreendimentos.

Nesse contexto, surge a Pousada Tremembé, que começou a ser construída em 1993. No início dos anos 1990, alguns italianos visitaram a comunidade com o objetivo de conhecer o município e desenvolver um projeto de turismo responsável. A intenção era promover o desenvolvimento local através de um tipo de turismo que seria praticado por grupos excluídos e marginalizados da sociedade até então sem acesso ao lazer, contrapondo-se à onda crescente do turismo sexual praticado por estrangeiros e gerando inclusão social.

As tentativas de transferir a administração da pousada para as associações de moradores e de turismo existentes na comunidade não lograram êxito. A partir desta dificuldade, nasceu a ideia de criar uma associação ou entidade âncora, com a participação de pessoas de outras comunidades ou municípios, que pudesse administrar a pousada e favorecer a implantação e desenvolvimento de projetos sociais, no cumprimento do objetivo maior de promover o desenvolvimento sustentável local e de outra forma de fazer turismo. Assim, no ano 2000, nasceu a Associação Caiçara de Promoção Humana que, dentre outras ações, é responsável pela gestão da pousada Tremembé.

Voltar para o topo

Apoio:

caicara

Sugestões de roteiro

Prêmios
Instituto Terramar . Rua Pinho Pessoa, 86 . Joaquim Távora . CEP 60.135-170 . Fortaleza . Ceará . Brasil
Telefones: +55 (85) 3226.2476 +55 (85) 3226.4154 . info@tucum.org
DoDesign-s Design & Marketing